Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
TIMÃO DE ATENAS

TIMÃO DE ATENAS

Teatro & Arte | Teatro

C. Cultural Vila Flor

Grande Auditório
Classificação Etária
Maiores de 16 anos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2018
mai
05
Realizado

Duração

140 minutos

Intervalo

Com Intervalo.

Promotor

Oficina CIPRL

Breve Introdução

Timão de Atenas, nova encenação de Nuno Cardoso, é a mais implacável obra de Shakespeare sobre a misantropia e constitui quase um insulto moral à depravação humana.
Na sua corrosiva visão da loucura humana, Timão de Atenas assemelha-se a Coriolano pelo desencanto na constatação da prevalência da futilidade como denominador comum da vida. Ontem como Hoje, conflitos políticos terminam em impasses ou na vitória dos oportunistas; a populaça e seus líderes são instáveis e medrosos; a virtude cede ao interesse. O retrato que Shakespeare faz de nós em Timão de Atenas é surpreendente na sua contemporaneidade. Na acuidade da reflexão e crítica da natureza política e social da humanidade, por mais globalizada e digitalmente comprimida que esteja. No sarcasmo e desânimo para com a absurdidade trágica da vida. Neste sentido esta peça permanece sombria e desalentadora até o final, constituindo um severo retrato da vilania humana e da corrupção.

Encenação Nuno Cardoso
Tradução Fernando Villas-Boas
Assistente de Encenação Mafalda Lencastre
Cenografia Fernando Ribeiro
Desenho de luz José Álvaro Correia
Música e Sonoplastia Pedro Lima
Figurinos Fernando Nunes, Nelson Vieira
Operação de Luz João Teixeira
Assistência à Cenografia João Teixeira
Produção Marca-d´água / Sandra Carneiro
Interpretação Afonso Santos, António Parra, João Melo, Joana Carvalho, Luís Araújo, Margarida Carvalho,
Mário Santos, Miguel Loureiro, Pedro Frias, Rodrigo Santos, Sérgio Sá Cunha
Coprodução Ao Cabo Teatro, Teatro Municipal do Porto, Centro Cultural Vila Flor, Teatro Municipal São Luiz,
Teatro Aveirense
Apoios Valadares, Pano de Fundo, Teatro Nacional de São João
Ao Cabo Teatro é uma estrutura financiada por República Portuguesa Ministério da Cultural / Direção-Geral das Artes

Partilhar