A BOL usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de cookies. SaberMais/ Fechar
Distrito Sala
Detalhe Evento
PEEPING TOM | MOEDER (MÃE)

PEEPING TOM | MOEDER (MÃE)

Teatro & Arte | Dança Contemporânea

C. Cultural Vila Flor

Grande Auditório
Classificação Etária
Maiores de 14 anos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2017
set
17
Realizado

Duração

90 minutos

Promotor

Oficina CIPRL

Breve Introdução

O Centro Cultural Vila Flor celebra o seu 12º aniversário com um espetáculo verdadeiramente marcante, que assinala também o regresso a Guimarães da conceituada companhia belga Peeping Tom.
Moeder (Mãe) é a segunda parte de uma trilogia que se iniciou com Vader (Pai), em 2014, e que continuará com Kinderen (Filhos), em 2019. Na data de celebração de mais um aniversário do CCVF, a consagrada companhia belga Peeping Tom regressa a Guimarães para nos brindar com um espetáculo absolutamente fora de série, segundo a crítica internacional. Se, agora, vamos poder ver Moeder, no GUIdance 2018 fica já a promessa de assistirmos a Vader, a primeira criação deste tríptico de peças. Num espaço cénico hiper-realista, Moeder cruza o teatro, a dança e o cinema, para nos levar numa viagem à condição humana. A peça cria conexões que inundam o limite entre sofrimento, luto e festejo, entre manter ou deixar ir, estrutura e loucura. Passado, presente e futuro tentam desesperadamente aguentar o tempo cíclico de um arquétipo da natureza humana: a figura da mãe.

Produção Peeping Tom
Encenação Gabriela Carrizo
Assistência à Encenação e Dramaturgia Frank Chartier
Criação e performance Eurudike De Beul, Maria Carolina Vieira, Marie Gyselbrecht, Brandon Lagaert, Hun-Mok Jung, Yi-Chun Liu, Simon Versnel, Charlotte Clamens
Assistência artística Diane Fourdrignier
Composição sonora e arranjos Raphaëlle Latini, Renaud Crols, Glenn Vervliet, Peeping Tom
Mistura sonora Yannick Willox, Peeping Tom
Desenho de luz Giacomo Gorini, Amber Vandenhoeck
Design de guarda-roupa Diane Fourdrignier, Kristof Van Hoorde (estágio), Peeping Tom
Cenografia Amber Vandenhoeck, Peeping Tom
Construção de cenários KVS-atelier, Peeping Tom
Direção técnica Filip Timmerman
Técnico de luz Amber Vandenhoeck
Técnico de som Hjorvar Rognvaldsson
Ensaios vídeo Sulok Swablamban (estágio), Gaspard Rozenwajn
Foley Coach Elias Vervecken
Manager de produção Anastasia Tchernokondratenko
Manager de digressão Lulu Tikovsky
Manager da companhia Quentin Legrand
Comunicação e Imprensa Sébastien Parizel
Coprodução Theater im Pfalzbau (Ludwigshafen), Taipei Performing Arts Center (Taipei), KVS Koninklijke Vlaamse Schouwburg (Bruxelas), Grec Festival de Barcelona / Mercat de les Flors (Barcelona), HELLERAU - European Center for the Arts Dresden, Les Théâtres de la Ville de Luxembourg, Maison de la Culture de Bourges, La Rose des Vents (Villeneuve-dAscq), Festival Aperto/Fondazione I Teatri (Reggio Emilia), La Bâtie Festival de Genève
Apoio Autoridades Flamengas
Distribuição Frans Brood Productions
Moeder é apoiado pelo Theater im Pfalzbau (Ludwigshafen, Alemanha) e Taipei Performing Arts Center (Taiwan), parceiros chave na trilogia Vader, Moeder, Kinderen
A Peeping Tom agradece a Alexandre Obolensky, Jean-Philippe Altenloh, Romy Beni, Heidi Ehrhart, Ina Peeters, Elias Vervecken, François Heuse, Theater Froe Froe

Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda: